MÊS DE MARÇO - "CONVERSÃO E ORAÇÃO" 

A Quaresma é um tempo em que Deus nos convida à conversão e à oração profundas. Como viver a Quaresma? Sobretudo é preciso meditar sobre isso: o pecado nos afasta de Deus e levou Jesus a vir à Terra para nos salvar, morrendo numa Cruz; devemos arrancar o pecado da nossa alma; um dia nos encontraremos com Deus e precisamos estar prontos.

No tempo de Quaresma silenciamos mais para ouvir a Deus, mas também para ouvir o que grita em nossa vida e em nossa alma que precisa de conversão, ou seja, mudança, em nossos atos, posturas e pensamentos.

O mais importante é tomar consciência do pecado e o desejo de tirá-lo da alma. É nesse sentido que a Quaresma é um período de penitência.

Fazer penitências nos ajuda treinar “Educar” o nosso corpo, dando um equilíbrio aos nossos desejos e sentidos da carne, pois não podemos permitir que nos dominem e ajam pela sua natureza, que quando descontrolada conduz ao pecado. Por isso, é muito importante escolher uma penitência no tempo de Quaresma.

Que penitência ou sacrifício podemos fazer? Há muitas coisas que o povo faz: não tomar refrigerante, não comer chocolate ou doces, acessar menos o Facebook, o WhatsApp, o Instagram… Não comer fora de hora, cortar os churrascos e festas, bailes etc.

A escolha da mortificação vai de cada um. Além do jejum, que pode ser de muitas maneiras, a Igreja ensina o grande valor da oração e da esmola, “remédios contra o pecado.” Intensificar a oração: pensar mais em Deus, participar mais da Missa, da Eucaristia, Confessar-se, fazer o exercício da Via Sacra, da adoração ao Santíssimo, rezar o santo Terço, fazer meditação da Palavra de Deus. Rezar ao menos três vezes por dia: de manhã, ao acordar, ao meio dia, e à noite, antes de deitar.